Entenda como funciona o processo de transferência de veículo

De forma simples, um veículo precisa ter seu processo de transferência realizado sempre que mudar de dono. Isso é necessário para evitar problemas futuros, principalmente com questão de débitos.

O processo de transferência de veículo em Ponta Grossa – PR deve ser feito em uma unidade do Detran ou em uma unidade do Ciretran, caso sua região possua uma. Se você for de outro estado, pode ser necessário um cadastro prévio através do site da instituição.

O órgão responsável (Detran), determina que a propriedade deve ser transferia até 30 dias após a assinatura do documento, que indica a data da venda do veículo. O ideal é que seja feito, também, junto à Secretaria da Fazenda, um comunicado de venda, pois ele vai resguardar ambas as partes em caso de multas de trânsito entre outros débitos.

Caso o veículo não seja transferido dentro do prazo, o comprador pagará uma multa e ainda perderá pontos na carteira.

Como fazer?

Em relação aos documentos, o item mais importante é o CRV (Certificado de Registro de Veículo), que deve estar assinado pelo dono anterior e com firma reconhecida em cartório. Além disso, é preciso apresentar: documento de identificação com foto, CPF, comprovante de residência, comprovante de pagamento das taxas e laudo de vistoria do veículo, que pode ser feito pelo Detran ou em qualquer outra empresa que seja credenciada para tal.

Até alguns anos atrás, o laudo de vistoria só era exigido quando a venda era interestadual, ou seja, de um estado para o outro. Atualmente, a vistoria tornou-se obrigatória em qualquer caso.

Os documentos apresentados devem ser os originais e acompanhar suas respectivas cópias, que ficarão no órgão. Além disso, será preciso efetuar o pagamento da taxa de transferência que é variável de acordo com o estado.

Lembrando que ao utilizar os serviços de um despachante, o comprador deverá pagar uma taxa extra pelos serviços prestados.

E se o veículo possuir dívidas, o que fazer?

Ao iniciar a transferência de veículo em Ponta Grossa – PR, todas as dívidas devem estar quitadas. No ato da transferência, o Detran faz uma pesquisa e ao identificar qualquer débito, o processo não é levado adiante.

O ideal é que ao comprar um veículo, o comprador faça uma consulta através do renavam para identificar possíveis débitos, tais como: multas de trânsito, licenciamento ou IPVA. É possível efetuar esta pesquisa através do site do Detran.

Observações importantes:

Caso você compre um veículo de propriedade de uma pessoa falecida, você precisará que o herdeiro do mesmo apresente um documento informando ser o novo dono ou um Alvará Judicial que o permita vendê-lo.

Outro ponto é que o veículo deve estar enquadrado em todas as diretrizes do estado e/ou cidade onde irá circular e isso inclui a placa. Caso ela não esteja no padrão exigido, será preciso fazer a troca e a mesma terá uma cobrança à parte.

Por último e não menos importante é que, em caso de compra de veículo através da modalidade leasing, a propriedade ficará em nome da financiadora até que a mesma seja totalmente quitada. Ao fim deste pagamento, o novo proprietário pode optar por ficar com o bem ou devolvê-lo ao banco.

Essa e outras dicas você poderá acompanhar pelo nosso site. Acesse e conheça mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: